PUBLICIDADE

Guias | Onde Morar

Bairros de Montreal: Guia Ahuntsic-Cartierville

Se você está considerando se mudar para Montreal, o bairro de Ahuntsic-Cartierville merece sua atenção. Localizado na região norte da cidade, este bairro oferece uma mistura fascinante de história e natureza. Neste guia, exploraremos os aspectos essenciais desse bairro, desde os idiomas falados até a composição familiar e as oportunidades educacionais. Venha conhecer Ahuntsic-Cartierville e descubra por que tantas pessoas escolhem chamá-lo de lar.

Por Marco Vasconcelos

Publicado em 28 de março de 2024

Atualizado há 6 dias

Bairros de Montreal Guia Ahuntsic Cartierville

Lista de tópicos:

()

Sobre o Guia de Ahuntsic-Cartierville

Este artigo é parte de uma série especial chamada “Explorando os Bairros de Montreal“. A cada semana, estarei compartilhando um guia completo sobre um dos diversos bairros de Montreal, oferecendo uma visão abrangente sobre suas características residenciais, opções de lazer, dinâmica familiar e turismo.

Além disso, irei incorporar minha perspectiva pessoal em algumas análises. Fique atento para mais informações sobre os bairros dessa cidade tão cheia de contrastes chamada Montreal.

Leia também: Morar em Montreal: 12 Pontos que deve considerar antes viver nesta cidade

Ahuntsic-Cartierville: Encantos de um bairro Histórico

Pouca gente sabe, mas o bairro de Ahuntsic foi um dos dois principais locais de desenvolvimento histórico na ilha de Montreal. As primeiras atividades registradas neste bairro remontam ao início da Nova França, por volta de 1535.

Com o tempo, a atividade gradualmente se deslocou para Ville-Marie, localizada ao sul da ilha. Vale destacar que o nome do bairro é derivado do nome Huron de um jovem francês, protegido de um missionário da época, que, junto com o missionário, perdeu a vida em um acidente de canoa no Rivière-des-Prairies em 1625.

Leia também: Bairros de Montreal: Conheça as 4 regiões dessa ilha e seus contrastes

Com uma população de aproximadamente 135.000 residentes, onde quase dois terços são diretamente ou indiretamente oriundos da imigração, o distrito de Ahuntsic-Cartierville se destaca como o quinto mais habitado dentro do território de Montreal.

Os residentes se orgulham da vasta rede de parques e ciclovias, e um excelente exemplo disso é a emblemática Boulevard Gouin. Reconhecida como uma das vias principais fundadoras de Montreal, ela se destaca como uma das preciosidades do bairro.

PUBLICIDADE

A presença predominante de vegetação nas ruas residenciais e a dinâmica dos centros comerciais locais contribuem significativamente para a qualidade dos bairros.

Fato curioso! A Boulevard Gouin ostenta o título de ser a rua mais extensa da ilha de Montreal, atravessando a cidade de leste a oeste com seus impressionantes 58 quilômetros de comprimento.

A ciclovia do Parcours Gouin, um destino popular que atrai quase um milhão de ciclistas anualmente, permite explorar diversos locais históricos, incluindo a igreja de La Visitation, a mais antiga da cidade de Montreal, fundada em 1750, sendo a única igreja restante do regime francês em Montreal.

Onde está situado o bairro de Ahuntsic-Cartierville?

Este distrito oferece uma atmosfera única na cidade, caracterizada por 15 quilômetros de margens, uma abundância de parques, áreas de preservação histórica e instituições centenárias que se alinham às margens do Rio Prairies.

Estações de metrô do bairro de Ahuntsic-Cartierville: Henri-Bourassa, Crémazie e Sauvé.

O que o bairro de Ahuntsic-Cartierville oferece a seus moradores

Um dos aspectos mais significativos para determinar a qualidade de um bairro, além dos fatores demográficos e socioeconômicos já mencionados, é a disponibilidade de infraestrutura para seus residentes.

Isso abrange parques, espaços urbanos planejados e locais para a prática de atividades físicas, destacando-se especialmente a mobilidade. Neste sentido, o bairro de Ahuntsic-Cartierville oferece um conjunto abrangente de opções.

  • 118 Espaços verdes
  • 77 Parques
  • 3 Parques naturais
  • 8 Jardins comunitários
  • 3 Bibliotecas
  • 1 Casa da cultura
  • 16 Espacos de água e piscinas para crianças
  • 6 Piscinas públicas
  • 3 Arenas esportivas
  • 18 Áreas para patinação ao ar livre
  • 1 Área de patinação ao ar livre multiesportiva climatizada
  • 1 Setor de pedestres
  • 3 Estações de metrô
  • 1 Complexo esportivo
  • 4 Museus
  • 3 Cégeps (Colleges)

Regiões do bairro de Ahuntsic-Cartierville

Ahuntsic-Cartierville abrange quatro sub-distritos (bairros regionais) de leste a oeste, nomeadamente Sault-au-Récollet, Saint-Sulpice, Ahuntsic e Bordeaux-Cartierville.

PUBLICIDADE

Este bairro é tão extenso que eu tive que incluir um mapa próprio para que você possa se orientar melhor.

Ahuntsic

Ahuntsic, cujo acesso às estações de metrô Henri-Bourassa, Crémazie e Sauvé é notável, destaca-se como a joia da coroa, com sua vida cultural e comercial vibrante. O bairro é atravessado pela Promenade Fleury, estendendo-se por cerca de 12km e abrigando 250 lojas e empresas, tornando-se o epicentro comercial da região. Além disso, o Parque Ahuntsic, o Pavilhão de Acolhimento do Parcours Gouin e a avenida pedestre Park Stanley são pontos de referência populares para relaxamento e uma ampla gama de atividades.

Não menos importante, este é o local onde resido desde 2020, quando fiz a mudança da cidade de Laval para Montreal. Assim, este será o guia mais completo que irei produzir sobre os bairros de Montreal.

Ahuntsic Oeste

Ahuntsic Oeste, situado no distrito de Ahuntsic, é caracterizado pela área a oeste do boulevard Saint-Laurent, concentrando-se principalmente na rue Fleury Ouest (FLO), uma movimentada rua comercial conhecida por seus destinos gastronômicos. Nos anos 1950-60, a Liga Operária Católica construiu ali casas geminadas de tijolos vermelhos características, que hoje são encantadoras residências familiares.

Cartierville

Cartierville, situado às margens do rio Prairies, no distrito de Bordeaux-Cartierville, é um bairro verdejante e pitoresco no noroeste da região, onde muitas famílias de diversas origens encontram seu lar. Abrangendo magníficos parques, o Hôpital du Sacré-Cœur, e o núcleo comercial ao longo do boulevard Gouin Ouest, próximo à ponte Lachapelle e ao boulevard Laurentien.

Distrito Central

O Distrito Central é um vibrante centro econômico situado no coração de Montreal, apresentando uma singular efervescência. Com uma força de trabalho que ultrapassa os 25.000 colaboradores, este distrito representa a quarta maior concentração de empregos na cidade. Seu território abrange uma transição do setor têxtil para o design, da tradicional manufatura para a produção urbana, e está profundamente enraizado na tecnologia. Compreende uma área de aproximadamente 3 km².

Domaine Saint-Sulpice

No distrito de Saint-Sulpice, a história deste bairro é caracterizada por um profundo senso de cooperação e coesão social. No coração deste bairro está situado o renomado Complexo esportivo internacional Claude-Robillard. Aqui, gostaria de destacar este centro esportivo de primeira classe. Minha esposa e eu temos o hábito de nadar em diferentes épocas do ano, e como ex-atleta de polo aquático com experiência em vários desses complexos, posso afirmar que a estrutura oferecida gratuitamente à população local é verdadeiramente impressionante.

Outro ponto valorizado pelos moradores locais é a proximidade do Boisé de Saint-Sulpice, uma das primeiras florestas urbanas classificadas e protegidas, bem como a presença dos CEGEPs Ahuntsic e André-Grasset.

PUBLICIDADE

Novo Bordeaux

Esta área residencial está localizada na confluência de três distritos: Ahuntsic, Bordeaux-Cartierville e Saint-Sulpice. Aqui, encontram-se diversas escolas, incluindo o CEGEP de Bois-de-Boulogne. Além disso, destaca-se o parque recreativo Marcelin-Wilson, que abriga várias obras de arte e é um local ideal para passar momentos tranquilos sozinho ou em família.

Saint-Simon

Esta área residencial beneficia, a norte, da efervescência do sector empresarial em Chabanel Ouest, graças à sua oferta de restaurantes e cafés. O bairro Saint-Simon toma forma em torno do parque Saint-Simon-Apôtre, onde jovens e idosos, de todas as origens, se encontram diariamente para compartilhar um momento comum de relaxamento. Uma das principais características deste bairro é a proximidade ao Marché Central de Montreal, um complexo de lojas e serviços localizado no coração dessa região.

Sault-au-Récollet

Situado a leste do bairro, esta região rica em história abrange o patrimônio do Ancien-Village-du-Sault-au-Récollet, que se destaca como um destino imperdível em Ahuntsic-Cartierville. A Maison du Meunier, uma verdadeira preciosidade do patrimônio, juntamente com o boulevard Gouin Est e o parc-nature de l’Île-de-la-Visitation, proporcionam um cenário encantador ao longo das margens do rio Prairies.

Nem preciso dizer que este é um dos meus locais preferidos no bairro. A natureza e a história neste lugar são verdadeiramente espetaculares. Na foto acima está minha mãe quando veio me visitar pela primeira vez em Montreal.

Quase todas as residências ao longo da Boulevard Gouin Leste têm suas próprias histórias, muitas com mais de um século de idade e incrívelmente bem preservadas, habitadas pelos moradores locais. Se tiver a oportunidade de visitá-las, você notará que cada uma possui uma placa informativa narrando sua história.

Youville

Ao norte de Crémazie Est, o bairro de Youville está ganhando popularidade entre famílias e jovens em ascensão. Este bairro está em plena efervescência, com suas ruas cada vez mais movimentadas e as novas lojas locais desempenhando um papel crucial na revitalização da rue Lajeunesse. Além disso, a Rede de Bicicletas Expressas está programada para conectar o bairro ao restante da cidade, promovendo ainda mais sua integração e acessibilidade.

Números do bairro de Ahuntsic-Cartierville

Todos os dados apresentados a seguir são públicos e foram obtidos da base de dados do censo de 2016, disponível no site do Statistics Canada.

Idioma falado em Ahuntsic-Cartierville
  • Francês (65%): O fato de que a maioria da população fala francês sugere que a cultura e a língua francesa têm uma forte influência na região. Isso pode afetar aspectos como educação, mídia e comunicação.
  • Inglês (10%): Embora menos prevalente, o inglês ainda desempenha um papel importante, especialmente em contextos comerciais, turismo e relações internacionais.
Polulação de imigrantes em Ahuntsic-Cartierville
  • Nativos (59%): A maioria da população é nativa, o que pode indicar uma forte conexão com a cultura local e tradições.
  • Imigrantes (41%): A presença significativa de imigrantes sugere uma comunidade diversificada e aberta a diferentes culturas. Isso pode enriquecer a vida social e oferecer perspectivas variadas.
Ocupação dos imóveis em Ahuntsic-Cartierville
  • Proprietários (39%): A proporção de proprietários é relativamente baixa. Isso pode significar que muitas pessoas preferem alugar, talvez devido à mobilidade ou à preferência por não assumir responsabilidades de manutenção.
  • Inquilinos (61%): A maioria das pessoas aluga suas casas. Isso pode indicar uma comunidade mais transitória ou uma preferência por flexibilidade.
Composição familiar em Ahuntsic-Cartierville
  • Casais sem Filhos em Casa (34%): Esse grupo pode incluir jovens casais ou pessoas que optaram por não ter filhos. O bairro pode ser tranquilo e adequado para casais.
  • Casais com Filhos em Casa (46%): A presença significativa de famílias com filhos sugere que o bairro é amigável para crianças e pode ter boas escolas e espaços verdes.
  • Famílias Monoparentais (20%): Essas famílias podem enfrentar desafios específicos, mas também podem encontrar apoio na comunidade.
Faixa etária em Ahuntsic-Cartierville
  • Menores de 15 anos (17%): A presença de crianças indica que o bairro é adequado para famílias. Parques, escolas e atividades infantis podem ser importantes.
  • Entre 15 e 24 anos (11%): Uma proporção menor de jovens adultos sugere que o bairro pode ser mais tranquilo e menos voltado para a vida noturna.
  • Entre 25 e 44 anos (28%): Essa faixa etária é ativa e pode indicar uma comunidade vibrante com oportunidades de trabalho e lazer.
  • Entre 45 e 64 anos (25%): Essa faixa etária pode incluir profissionais estabelecidos e aposentados. O bairro pode oferecer comodidades para ambos.
  • Acima de 65 anos (19%): A presença de idosos sugere que o bairro é acessível e oferece serviços para essa faixa etária.
Nível de escolaridade em Ahuntsic-Cartierville
  • Graduação e Pós-Graduação (36%): A alta proporção de pessoas com formação superior pode indicar uma comunidade educada e com acesso a oportunidades intelectuais.
  • Pós-Secundário e Técnico (16%): Essa faixa pode incluir profissionais técnicos e especializados.
  • Secundário (High School) (20%): A conclusão do ensino médio é essencial e sugere que o bairro tem uma base educacional sólida.
  • Diploma de Aprendiz ou Escola Comercial (10%): Essas habilidades práticas podem ser valiosas para a economia local.
  • Sem Diploma (17%): A presença de pessoas sem diploma pode indicar diversidade socioeconômica e oportunidades para todos.
Renda anual em Ahuntsic-Cartierville
  • Menos de $50 mil (45%): Essa faixa de renda pode indicar desafios econômicos para parte da população.
  • Acima de $150 mil (11%): A presença de renda mais alta sugere prosperidade e diversidade socioeconômica.

Minha visão pessoal sobre o bairro de Ahuntsic-Cartierville

Depois de tantas informações sobre o bairro de Ahuntsic-Cartierville, é difícil não despertar sua curiosidade para uma análise mais detalhada. Tentarei deixar de lado as emoções, embora seja um entusiasta deste lugar, e destacar tanto os aspectos positivos quanto os negativos de viver aqui.

PUBLICIDADE

Como ciclista e amante da história, explorar este bairro de bicicleta é sempre uma diversão garantida. No entanto, será que tudo aqui é tão perfeito? Vamos descobrir juntos.

Pontos positivos de Ahuntsic-Cartierville

Uma das características marcantes do bairro é a sua capacidade de reunir uma variedade de elementos em um só lugar: conveniência no transporte, abundância de áreas verdes, infraestrutura para os moradores e uma atmosfera de paz, típica de um subúrbio, mas com um toque moderno.

Para explorar a história de Ahuntsic, basta iniciar uma caminhada por áreas como Sault-au-Récollet, onde você encontrará residências centenárias excepcionalmente bem preservadas ao longo da Boulevard Gouin, em meio a uma natureza exuberante.

Entre os fatores de qualidade que eu considero importantes no bairro estão a mobilidade, os espaços verdes e a atmosfera de um bairro histórico bem conservado.

Outro ponto a destacar neste bairro é o fato de poder educar seus filhos com qualidade, independentemente da idade. Isso se deve não apenas à excelente oferta de boas escolas primárias, secundárias e de nível superior (os CEGEPs), mas também à sensação de segurança que seus moradores desfrutam.

Em muitas regiões do bairro, ainda é comum ver crianças menores de 8 anos indo para a escola sozinhas ou brincando na rua sem a vigilância tão neurótica dos pais. Pode-se dizer que este é um dos poucos refúgios de tranquilidade dentro da ilha, embora isso dependa muito da região específica em questão.

Minhas filhas estudaram na École secondaire Sophie-Barat por 4 anos. Que a propósito, é uma das escolas públicas mais bem classificadas desta região de Montreal, apesar de estar enfrentando atualmente problemas de degradação em sua estrutura. Soube que estão passando por um processo de revitaliação, já que se trata de um patrimônio histórico da cidade, sendo a escola mais antiga de Montreal ainda em funcionamento, com seus primeiros fundadores datando de 1856.

Leia também: Como funciona o sistema escolar em Quebec?

Também vale ressaltar que este ainda é um bairro de baixa densidade, e possuir um carro ainda é uma opção viável para os moradores, já que há muitos espaços de estacionamento gratuitos disponíveis. Nesta região, as construções são predominantemente de no máximo 3 andares, embora algumas áreas menos antigas da cidade estejam começando a mudar esse padrão.

Outra vantagem é que, embora estejamos um pouco afastados do centro de Montreal, estamos a apenas uma ponte de distância de Laval. Muitas vezes, considero mais prático pegar uma via expressa até Laval para ir a grandes supermercados como Costco ou Walmart do que enfrentar o tráfego local. Além disso, é muito mais fácil encontrar vagas de estacionamento no comércio de Laval do que em Montreal.

Leia também: Aprenda a difícil arte de estacionar em Montreal: Guia Completo

Não menos importante, como estamos falando de um bairro que oferece uma qualidade de vida acima da média em Montreal, é de se esperar que o custo de moradia acessível não seja o seu ponto alto. Este é um bairro relativamente caro para morar.

PUBLICIDADE

Pontos negativos de Ahuntsic-Cartierville

Esta será uma conversa difícil, mas é importante abordar algumas verdades sobre os desafios de Ahuntsic-Cartierville, começando pela dificuldade em encontrar imóveis para morar.

Os principais obstáculos nessa equação são o preço e a idade dos imóveis. Devido às mesmas razões que tornam o bairro atraente, como baixa densidade populacional e abundância de espaços verdes e parques, é raro ver novas construções surgindo, o que se reflete na escassez de imóveis disponíveis para alugar.

Muitos dos imóveis disponíveis têm pelo menos 50 anos e estão em condições de conservação menos favoráveis, especialmente quando consideramos o custo-benefício.

Além disso, a proximidade do bairro com áreas como Montreal Norte (a leste da ilha) também traz eventualmente problemas de segurança em algumas partes do bairro. Adicionalmente, a degradação de alguns condomínios antigos e mal conservados contribui para uma sensação de negligência.

Leia também: Bairros de Montreal: Conheça as 4 regiões dessa ilha e seus contrastes

Embora eu aprecie muito esta região, tenho notado um certo descaso por parte da administração local com a limpeza e conservação do bairro.

No quadro a seguir, apresento um resumo contendo todos os critérios que normalmente utilizo para avaliar um bairro em Montreal.

Bairro de Ahuntsic-CartiervilleAvaliação
Mobilidade e transporte⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️
Espaços verdes (parques)⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️
Meio ambiente e Poluição⭐️⭐️⭐️⭐️
Segurança⭐️⭐️⭐️⭐️
Beleza e arquitetura⭐️⭐️⭐️
Vida noturna⭐️⭐️⭐️
Lazer⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️
Atividades comunitárias⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️
Comércio (lojas)⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️
Arte e cultura⭐️⭐️⭐️⭐️
Vibe Turística⭐️⭐️⭐️⭐️
Bom para quem usa carro⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️
Escola para filhos adolescentes⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️
* Os critérios fornecidos são uma síntese de informações provenientes de diversas classificações disponíveis na internet, combinadas com minhas observações pessoais.

Leia também: Bairros de Montreal: Guia de Verdun

Com isso, encerro por hoje. Lembre-se de se inscrever em nossa newsletter para receber atualizações semanais com estudo, trabalho, imigração e a vida no Quebec.

Nos vemos no próximo post! 😀

PUBLICIDADE

Esse artigo foi útil para você?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Ajude mais pessoas compartilhando esse artigo em suas redes sociais

SOBRE O AUTOR

Pernambucano de raiz longe da terrinha desde 2018. Mais de duas décadas dedicadas à tecnologia web, comércio eletrônico e marketing. Nas horas vagas, sou pai, esposo, apaixonado por ciclismo, blogueiro e tiktoker. Enfin, é isso que eu faço.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Deixe um comentário